Manter a forma pode reduzir o risco de glaucoma

Manter a forma pode reduzir o risco de glaucoma

 Novos dados fornecem evidências epidemiológicas de que praticar atividade física e estar em forma reduz o risco de desenvolver glaucoma  

Fazer atividade física e estar fisicamente em forma pode reduzir o risco de desenvolver glaucoma em 40% a 50%, sugere uma pesquisa recente. Entre quase 10.000 pessoas, participantes de um estudo de longo prazo, mesmo aquelas que se exercitaram menos do que os 150 minutos, recomendados por semana, tiveram um risco menor de glaucoma do que aquelas que eram completamente sedentárias, observam os autores do estudo na revista Medicine and Science in Sports and Exercise.  “O glaucoma é um dos distúrbios oculares mais comuns. É causa de perda da visão, no entanto, não sabemos muito sobre como prevenir a doença”, afirma o oftalmologista Virgílio Centurion, diretor do IMO, Instituto de Moléstias Oculares. O glaucoma provoca dano ou lesão do nervo óptico. Os tratamentos atuais visam reduzir a pressão intraocular. Estudos anteriores já haviam observado que a atividade física reduz essa pressão. “É importante promover a atividade física para prevenir o glaucoma, além dos benefícios na prevenção de outras doenças crônicas, como infarto, diabetes e câncer”, defende a especialista em glaucoma do IMO, a oftalmologista Márcia Lucia Marques. Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores analisaram dados de 9.519 homens e mulheres na Cooper Clinic, em Dallas, Texas, entre 1987 e 2005. Os participantes do estudo tiveram sua atividade física semanal registrada e sua aptidão cardiovascular foi medida com um teste em esteira. Os pesquisadores descobriram que 128 novos casos de glaucoma ocorreram durante o período médio de acompanhamento de seis anos. As pessoas que seguiram as diretrizes de atividade física (150 minutos de atividade aeróbica de intensidade moderada e dois dias de exercícios resistidos a cada semana) apresentavam um risco 50% menor de glaucoma do que aquelas que não registraram atividade física no lazer ou durante a semana. Além disso, as pessoas com os melhores resultados de aptidão cardiovascular na esteira apresentavam um risco 40% menor de glaucoma do que aquelas com os níveis mais baixos de aptidão física. “Ser fisicamente ativo e altamente apto está ligado a um menor risco de glaucoma. A magnitude de um risco reduzido de 40-50% de desenvolver glaucoma por ser ativo e estar em forma é surpreendente, e pode ser um dos fatores mais fortes na prevenção do glaucoma, além do envelhecimento”, afirma Marcia Marques.  A atividade física também pode ajudar os portadores de glaucoma com problemas de saúde mental relacionados, como depressão e ansiedade.  “Mas para aqueles com alto risco de desenvolvimento de glaucoma, incluindo uma história familiar, exames oftalmológicos regulares para detectar a doença precocemente e iniciar o tratamento são provavelmente mais importantes do que apenas manter a forma”, defende a oftalmologista Marcia Marques.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!