Intensa dor no calcanhar? Saiba como identificar a Fascite Plantar

Condição é mais comum em determinadas profissões, mas também pode ser causada por uso de salto alto, prática de corrida e obesidade.

 

Sente fisgadas ao caminhar pela manhã e este incômodo se estende ao período da tarde com menos intensidade, mas depois de um tempo de repouso ela volta? Então você pode sofrer de Fascite Plantar, uma inflamação no fascia plantar, tecido fibroso e espesso situado na sola do pé que dá a sustentação, forma o arco plantar a “curva” e também tem a função de amortecer durante o movimento.

A condição pode influenciar na qualidade de vida e no rendimento profissional, uma vez que dificulta a caminhada e impede que a pessoa fique em pé por longos períodos. Apesar de ser mais comum do que se imagina, a fascite plantar atinge principalmente operários, professores, atendentes, entre outros profissionais que passam a maior parte da jornada de trabalho em pé ou caminhando. Além destas profissões que exigem muito dos pés dos funcionários, a fascite também pode ser causada por sedentarismo, realização de exercícios sem a devida orientação.

De acordo com a fisioterapeuta Raquel Silvério, da unidade de Guarulhos do ITC Vertebral, a recuperação da condição é possível por meio de tratamento conservador que é positivo em 90% dos casos. Atrelado as sessões de fisioterapia, o uso de palmilhas ortopédicas são grandes aliados no processo de reabilitação.

Como precaução, Raquel indica alterar momentos em pé e sentados, ao longo do dia; alongamento antes das realizações de atividades físicas e atenção ao escolher os sapatos, uma vez que a sobrecarga na região é o principal fator para o desenvolvimento da fascite. Mas, para quem já contraiu, é importante tomar alguns cuidados a fim de amenizar as dores e aliviar os sintomas, já que a recuperação costuma ser lenta. “Faça massagem com os dedos, compressas de gelo por 30 minutos e evite a prática excessiva de atividade que sobrecarregue a região. Mas o ideal é a busca por um profissional para os cuidados mais específicos”, instrui.

Dra. Raquel Silvério

Fisioterapeuta do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral (ITC Vertebral) e Diretora Clínica do Instituto Trata, a profissional possui especialização em fisioterapia músculo esquelética pela Santa Casa de São Paulo, formação em terapia manual ortopédica nos conceitos Maitland e Mulligan e experiência em tratamento da coluna vertebral. Saiba mais em: www.itcvertebral.com.br e www.institutotrata.com.br

0/5 (0 Reviews)
0/5 (0 Reviews)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!